Baixe nossa Revista e fique atualizado com nossas informações.

Service hour
  • Monday 7.00 - 16.30
  • Tuesday 7.00 - 16.30
  • Wednesday 7.00 - 16.30
  • Thursday 7.00 - 16.30
  • Friday 7.00 - 16.30
  • Saturday 7.00 - 16.30
  • Sunday 7.00 - 16.30

Troca de Correia de Comando de Válvula

“Como evitar problemas com a correia dentada”

A Correia Dentada – Ou Correia De Distribuição – É Uma Peça Vital Para O Bom Funcionamento Do Veículo, Porque Sincroniza Elementos Do Motor.

Quando a correia dentada quebra?

Portanto a manutenção preventiva

é o cronograma vital do carro.

Quando o motor está em movimento, o sincronismo da correia impede que as válvulas se choquem com o pistão. Quando a correia quebra com o carro em movimento, o comando de válvula trava, perdendo o sincronismo com o virabrequim.

Quando isso acontece, os pistões se chocam com as válvulas travadas, o que acaba danificando as válvulas e, dependendo da força, danificando até mesmo os pistões do veículo.
Se isso acontecer, prepare o seu bolso, pois será necessário uma retífica no cabeçote do motor, que custa aproximadamente R$ 1.800 a R$ 2.000. Caso os pistões e peças que ficam no bloco do motor também sejam danificadas, o conserto pode subir para R$ 3.500 a R$ 4.000.

Como evitar problemas com a correia de dentada

A maneira de evitar esse tipo de problemas com a correia dentada e fazer a manutenção periodicamente como sugere o manual do proprietário.

Alguns cuidados que você pode levar em consideração também é a aceleração gradual e suave do veículo, trocas de marchas suaves, sem forçar de mais o motor, afim de evitar a tensão exagerada da correia.
Veículos com corrente de comando
Alguns veículos utilizam corrente ao invés de correias, o que prolonga o período de troca, e também tem mais resistência que a própria correias. Com maior resistência e vida útil, vem um valor maior, tanto da peça quanto da manutenção.

Custo para Reparos Relacionados

Manutenção

R$ 89.99

  • Apartir de..
  • Orçamento para
  • maiores informações..

Reparos

R$ 119.99

  • Apartir de..
  • Orçamento para
  • maiores informações..

Correia Dentada

A correia dentada tem a função de sincronizar o giro do virabrequim junto com o comando de válvulas, mantendo o carro no giro perfeito e evitando que o pistão se choque com as válvulas do carro.

Ela é conectada através de dentes demarcados por toda a correia que se fixam as polias do comando(s) de válvula e a polia do virabrequim.

Correia Dentada – Mais do que você queria saber

Concretamente, é uma corrente com pequenos dentes, que liga o eixo-comando das válvulas ao virabrequim (árvore de manivelas).

Ela atua junto ao sistema de tensores, polias e cabeçote.

Além da demarcação, ela possui um tensionador que faz com que a correia fique firme e tensionada, dando aderência tanto para a correia quanto para as polias.

Alguns carros possuem polias de apoio para que a correia fique melhor tensionada.

Quando trocar a correia dentada

As fabricantes costumam sugerir a troca da correia quando o veículo chega aos 50.000 km rodados, ou após o período de 3 anos. O ideal é seguir a orientação do fabricante e substituir na quilometragem correta, evitando problemas com o motor.

É extremamente importante a substituição da correia dentada no tempo correto.

Não fazer a troca no período correto, pode fazer com que a correia dentada quebre com o motor em movimento.

Se isso acontecer, é quase certo que você terá um sério problema com o seu carro e com o seu motor.

Sua função é sincronizar o funcionamento das partes do motor. Isso porque, o movimento dos pistões faz com que cada válvula tenha um tempo de abertura e fechamento exato.

Entretanto, quando o pistão está subindo para comprimir a mistura de gases do motor, a válvula não pode estar dentro do cilindro.

É aí que entra a correia dentada.

Ela forma uma engrenagem que coordena essas funções, sincronizando o comando das válvulas e do virabrequim e o movimento das válvulas de admissão e de escapamento.

É correia ou corrente?

Depende do veículo.

Alguns modelos possuem a correia, feita de borracha e, portanto, mais leve e silenciosa.
Por outro lado, outros fabricantes optam por uma corrente feita de metal, material mais durável que emite um som metálico diante de iminente risco de quebra.

Como quem decide é o fabricante, não é possível trocar uma pela outra.

O que acontece quando a correia dentada quebra?
Ela se rompe fazendo com que componentes do motor se choquem de maneira direta e desordenada.

Assim, as válvulas param e se chocam com os pistões, causando danos e empenamento às peças.

Ouviu barulho na correia dentada?
Isso é um dos piores sinais possíveis.

Em alguns casos, esse ruído provém das peças metálicas entrando em contato, o que pode estragar várias partes do motor.
Dessa forma, o motor e outras peças param de funcionar – é o que os mecânicos chamam de “óbito instantâneo”. Se isso acontecer, pode preparar o bolso.